Sobe para 213 número de casos de febre amarela Brasil

Publicado em 01/02/2018 às 10:35h

O número de casos confirmados de febre amarela no Brasil subiu para 213, de julho do ano passado até a última terça-feira (30), segundo o Ministério da Saúde.

Quase metade dos registros está concentrada em São Paulo, Estado que confirmou até o momento 108 pacientes com a infecção. Em seguida vem Minas, com 77 notificações confirmadas.

O avanço da doença fica mais claro quando se comparam os dados registrados na última semana de dezembro. Da última semana de 2017 para cá, foram confirmados 209 casos.

As mortes também aumentaram de forma significativa. São 81, no período analisado, iniciado em julho de 2017.

Campanha

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, entre o início da manhã de quinta-feira (25) e o fim da manhã de sexta-feira (26) foram vacinadas 521.370 pessoas em São Paulo. Destas, a maioria, 502.052, receberam doses fracionadas. As outras 19.318 receberam a dose padrão, de 0,5ml.

Até o fim da campanha no estado, dia 17 de fevereiro, o estado pretende imunizar mais de 9 milhões de paulistas que vivem em 54 municípios localizados nas regiões da Grande São Paulo, Vale do Paraíba e Baixada Santista.

São, aproximadamente, 900 pontos de vacinação no estado, incluindo 150 postos volantes montados nas regiões do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Baixada Santista.

Na capital paulista a campanha vai até o dia 24 de fevereiro e mais de 3 milhões de pessoas devem ser vacinadas em 20 distritos.

Macacos

Além de não serem os responsáveis pela transmissão da febre amarela, os macacos ajudam a mapear a presença do vírus no ambiente. Ao confirmar a morte de um macaco pela doença, as equipes de vigilância sanitária e controle de zoonoses conseguem mapear áreas de risco e organizar campanhas de vacinação.

 

Fonte: R7.com

Publicidade

Topo